Eficiência Energética de Motores Elétricos

Como alcançar a eficiência energética em tempo de altos custos de energia elétrica?

Analisando o cenário industrial atual, onde a queda na produção atingiu praticamente todos os estados brasileiros, será que existe alguma forma de dar a volta por cima, de construir um futuro mais promissor para as indústrias no Brasil?

Precisamos caminhar para um mundo mais sustentável, com atitudes mais conscientes. O custo de energia elétrica é um fator que muitas das vezes não é dada a devida atenção, mas deve ser considerado como um fator de desenvolvimento muito importante em um mundo que cresce aceleradamente, que está se modernizando com tecnologias que nos conduzem rapidamente ao futuro, que antes só víamos em filmes de ficção científica.

Você já se perguntou como anda a eficiência dos seus motores elétricos?

Sabia que em pouco tempo um motor elétrico desperdiça muita energia em relação ao novos motores de mesma categoria? E que se se está desperdiçando energia está tendo prejuízos que poderiam ser transformados em maiores margens de lucro e posteriormente em reinvestimentos na própria indústria? De acordo com a ABESCO, a estimativa de desperdício no Brasil hoje é 10% de toda energia gerada no país.

Segundo a WEG, “a modernização da indústria, tendo o motor elétrico como um dos seus protagonistas, permite a redução de custos operacionais e uma economia de até 60% no consumo de energia elétrica. Isso sem contar os ganhos ambientais e sociais”.
Confira estes números:

  • O setor industrial consome cerca de 36% da energia elétrica no Brasil
  • Cerca de 30% dos motores instalados possuem mais de 20 anos
  • 27% de toda a energia consumida no Brasil está relacionada aos motores elétricos
  • Existem 537 mil unidades industriais em funcionamento no país·         Em média, 68% da energia utilizada na indústria é consumida por motores

O investimento em inovações tecnológicas permite às empresas melhorar seus resultados e reduzir seus custos operacionais, principalmente àqueles ligados à energia elétrica e manutenção.

Como é possível alcançar uma melhor eficiência energética?

  • Substituir aqueles motores antigos por modelos de alta eficiência,
  • Dimensionar corretamente seus motores elétricos,
  • Automatizar seus processos

E quais as vantagens de se trabalhar com um motor de alta eficiência?

1- Redução do consumo e demanda de energia elétrica

2-    Redução dos impactos ambientais Diminuição dos custos de manutenção

3-    Minimizam os efeitos dos baixos rendimentos em motores superdimensionados

4-    Menores temperaturas de operação Rendimentos superiores para baixas cargas

5-    Maior vida útil

6-    Maior retorno sobre o investimento.

A MS Geradores tem uma grande preocupação com a Indústria e está sempre querendo contribuir e ajudar, seja com nossas soluções de alta eficiência ou mesmo com informações que lhes possam ser úteis.

Em breve traremos mais um conteúdo que planejamos especialmente para sua indústria. E lembre-se, estamos sempre à sua disposição e prontos para te atender.

Fique a vontade para entrar em contato mesmo que para conversar sobre este conteúdo ou sobre sua dificuldade, será um prazer falar com você.

Tecnologia BIM – Um novo cenário para construtoras no Brasil

O BIM, Building Information Modeling, é um recurso de otimização dos projetos de construção que tem revolucionado o segmento em diversos países do mundo.  É uma maneira eficiente de reunir todas as informações de uma construção de forma integrada e organizada. Esse conjunto de informações da construção é composto desde o modelo em si da edificação até seu orçamento, isto é, acompanha a obra em todo o seu ciclo de vida.

Além de integrar todos os dados em um único local, o seu uso também facilita o compartilhamento do projeto entre diferentes profissionais durante o processo de construção. Esses profissionais podem inclusive trabalhar no mesmo projeto e ao mesmo tempo! Desde arquitetos, engenheiros, projetistas, fornecedores de materiais, gerentes ambientais e clientes. Assim, todos podem interagir com o projeto de um edifício, gerando maior valor agregado.

A tecnologia é tão eficaz que fornece informações aprofundadas de cada parte da evolução de um empreendimento. Além de permitir a atualização no modelo em tempo real!

Muita gente pensa que o BIM é um software ou um simples modelo 3D para projetar uma edificação. Mas não é verdade. É comum encontrar na internet informações sobre o que é BIM, mas poucos veículos explicam o que NÃO é BIM. Se não houver dados detalhados sobre as mais diversas características da estrutura do projeto é porque, certamente, o modelo não faz uso dessa tecnologia.

O que é considerado BIM:

  •  Processo de desenvolvimento de um modelo digital de uma edificação com diferentes dimensões e características bem definidas.
  • Um conjunto de processos e softwares fundamentados por um projeto estratégico previamente determinado.
  • Tecnologia que acompanha a obra em todo o seu ciclo de vida.
  • Forma de projetar uma construção que permite prever problemas com mais facilidade e diminuir possíveis impactos negativos.
  • Processo colaborativo. Isto é, diferentes profissionais trabalhando juntos e ao mesmo tempo num único projeto. 
  • Forma de otimizar a comunicação entre os membros do setor da construção civil.

Em sua origem, o BIM era utilizado apenas por arquitetos na geração de projetos de arquitetura. Depois, a tecnologia foi se espalhando entre construtoras, sobretudo para obras mais complexas, como a construção de hospitais. Mesmo com a sua importância, o BIM não é amplamente divulgado aos profissionais do setor e muito menos uma ferramenta familiar para alguns deles. Sobretudo os mais jovens, que estão iniciando a carreira, têm buscado qualificação na área. No entanto, em geral, os profissionais mais velhos se mostram resistentes.

A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) junto da ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial) lançaram, em 2017, um catálogo de normas aplicáveis ao BIM. O contrato proporciona a empresas e profissionais do setor da construção civil o acesso às normas técnicas relacionadas à tecnologia.

Também em 2017, foi publicado no Diário Oficial da União o decreto que institui o Comitê Estratégico de Implantação do BIM. A proposta é que se tenha uma Estratégia Nacional de Disseminação da tecnologia.

Em março de 2018, a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em parceria com o Senai Nacional, promoveu o primeiro Seminário BIM, de 2018. O objetivo era juntar esforços ao Comitê Estratégico do Governo Federal para colocar em pauta a Política Nacional de Implantação do BIM. O Governo Federal brasileiro, inclusive, anunciou que irá exigir o uso da tecnologia BIM na construção civil a partir de 2021.Em breve traremos mais informações para sua construtora modelar a sua jornada na construção de um cenário que sirva de modelo em seu segmento.

MS Geradores na Exposibram 2019

A MS Geradores já atende grandes mineradoras e esteve na Exposibran 2019 para um momento de imersão no universo geológico do país.
O evento, que é o principal do segmento no Brasil, proporcionou um grande aprendizado para nossa equipe que esteve em contato com as associações, fornecedores e com as próprias mineradoras que participaram do evento.

Empenhados para entender e contribuir com o cenário brasileiro da mineração, procuramos entender as demandas energéticas dos equipamentos e máquinas, o consumo de energia e controle dos processos elétricos envolvidos nas operações das minas para continuar proporcionando geradores de energia de alta qualidade que acompanha a realidade do segmento e contribui para a superação dos desafios da mineração.

Sabemos o quanto é importante o fornecimento de energia nas áreas remotas onde as minas se encontram, assim como a garantia de abastecimento sem paradas inesperadas, já que na falta de energia, com os equipamentos parados os prejuízos são alarmantes.

Nossa equipe de manutenção tem acompanhado de perto os principais problemas que acometem as operações elétricas de muitas mineradoras do país, tem se destacado e recebido depoimentos de satisfação pelo trabalho prestado, pela atenção dada e pelo resultado que tem proporcionado para as operações minerárias que vem atendendo.

Saber que estamos no caminho certo é muito estimulante, e tem promovido internamente uma energia contagiante capaz de proporcionar resultados surpreendentes, um crescimento significativo em nosso mercado e principalmente a confiança dos nossos clientes.

Nossos produtos e serviços estão em constante aperfeiçoamento, nossos projetos personalizados tem levado as soluções específicas para cada singularidade e necessidades especiais das mineradoras.

Possuímos um planejamento estratégico de análise que executamos através de uma consultoria para avaliação, dimensionamento e especificações para desenvolvimento de um produto mais personalizado, que tem feito toda a diferença no cumprimento técnico das reais necessidades dos clientes que atendemos e principalmente na mineração e na indústria, onde a complexidade dos processos é significativamente maior.

Temos hoje como objetivo para a mineração alcançar mais mineradoras, construir um cenário mais sustentável, levando o resultado esperado na luta pela superação dos desafios da mineração, gerando energia de confiança e progresso para esse segmento tão importante para a MS, para o país e para o mundo.

Estamos de portas e mentes abertas para ouvir e ajudar a sua mineradora a conquistar os resultados esperados, e, o que estiver ao nosso alcance fazer para surpreender as suas expectativas, assim o faremos, com muito empenho e trabalho duro, pois amamos o que fazemos.

Entre em contato com nossos consultores e surpreenda-se!

Ter a confiança da Vale vale muito para a MS Geradores

Era um dia comum de trabalho para nossa equipe, estavamos atendendo a maior mineradora do país, com todo empenho e dedicação como de costume, fizemos nosso atendimento técnico, e quando menos esperávamos,fomos agraciados por um elogio que nos fez vibrar, ecoou por toda a empresa.

Fomos dar assistência na manutenção de um Grupo Gerador do Projeto 1927 C/N 02 TIG  na cidade de Mangaratiba, no Rio de Janeiro, na sexta-feira dia 19 de Julho de 2019.

Inspecionamos o gerador ligado para identificar os locais com possíveis vazamentos, e

mediante esta inspeção e testes realizados, identificamos vazamentos nos seguintes locais:

• Mangueira de lubrificação da turbina.

• Filtro de óleo lubrificante.

• Tubo de retorno na turbina.

• Junta da tampa de válvula.

• Mangueira do retorno de combustível.

Com apoio da equipe técnica da MS geradores, os funcionários Flávio Pereira e Thiago Pereira, eu, Carlos Bianchi (Técnico Eletricista) e o sr. Alexandre Jesus (Técnico Mecânico) realizamos a troca das seguintes juntas e reaperto dos parafusos:

• Junta da tampa de válvula;

• Junta do tubo de retorno da turbina;

• Oring dos parafusos da tampa de válvula.

• Abraçadeira da mangueira de retorno do diesel,

• Abraçadeira do tubo de saída da turbina.

Vale ressaltar que não foram identificados avarias nas juntas, mas como a empresa trouxe os kits de reparos novos, foram substituídas todas as juntas onde encontramos vazamentos.

Também foi completado o nível de óleo lubrificante, fizemos testes de funcionamento para visualizar possíveis vazamentos, deixando o gerador ligado por uma hora e não foi identificado nenhum defeito.

 Lembrando que o serviço executado foi realizado pela equipe da empresa Vale, eu Carlos Bianchi e o Alexandre Jesus, mediante orientações técnicas dos técnicos da empresa MS Geradores.

 “Deixo meus agradecimentos pelo apoio e atenção da empresa e equipe técnica, funcionários Cintia Cocovik, Flávio Pereira e Thiago Pereira, que até o momento nos deram todo suporte técnico.  Sds: Carlos Bianchi!”

Sr. Carlos Bianchi, obrigado por nos proporcionar tamanha satisfação com esse elogio!

É muito importante saber que estamos na direção certa, e receber um elogio da Vale é motivo de muito orgulho! Gratidão é a palavra que expressa o que estamos sentindo! Essa energia nos impulsiona cada vez mais!

Vale, Obrigado pela confiança na nossa energia! 

MS Geradores, Gerando Energia e Confiança!


Geradores de Energia no Agronegócio Reduzem Perdas na Produção

O que esperar do agronegócio no Brasil em 2019?

O agronegócio no Brasil é indiscutivelmente importante para nossa economia, pois representa hoje 25% do PIB nacional e é responsável pelo saldo positivo da balança comercial (R$ 96 bilhões em 2017). Ja em 2019, o agronegócio brasileiro iniciou com perspectivas otimistas, mesmo com um cenário marcado por incertezas, e a perspectiva de crescimento do PIB segundo a CNA, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, é de 2% em relação a 2018

Segundo a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), o Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio brasileiro deverá crescer 2% em relação a 2018, já que a demanda está aquecida e às condições de produção estão favoráveis.

O que é preciso para acompanhar essa tendência, sabendo que as perdas no agronegócio são consideravelmente altas? aproximadamente de 11 bilhões de reais ao ano…

É necessário mensurar os riscos, avaliar a frequência ou probabilidade dos fatores de risco e seu grau de impacto, e em seguida estabelecer as prioridades e soluções, sem esquecer de avaliar a utilização dos recursos, que costumam ser escassos, como a energia por exemplo, que muitas das vezes sofre oscilação, ocasionando a falta de abastecimento em importantes equipamentos que garantem a produção.

Em uma granja de frangos por exemplo, 2 horas sem a ventilação adequada ocasiona a morte de milhares de frangos, que além do prejuízo e da dor na consciência, ainda é motivo de perda de clientes insatisfeitos por atraso na entrega dos pedidos que podem sofrer meses de atraso. Isso porque faltou energia por poucas horas, imagina se a demora for maior, o prejuízo será maior quanto.

Hoje existem seguros que ajudam os produtores a controlarem seus riscos de prejuízo mas ainda assim o compromisso com os clientes não entra nessa garantia, mas não se preocupe, existe solução para esse pesadelo…

Os Grupos Geradores de Energia a Diesel garantem o fornecimento de energia no seu agronegócio, além de viabilizar o fornecimento em áreas não atendidas pela concessionária, é também o super herói da produção rural, pois existem modelos automáticos de Geradores Diesel que exatamente no momento que ocorre a falta de energia ele começa a funcionar e garante o fornecimento sem que ninguém precise acioná-lo, existem modelos não automáticos que podem ser acionados manualmente e que da mesma forma vão garantir a sua produção.

A energia tem um grande impacto no agronegócio e para que o seu negócio esteja acompanhando o crescimento previsto, ou até mesmo estar acima da média geral, é necessário acompanhar de perto , pois como ja diziam os antigos, o olho do dono é que engorda o gado. Entenda todas as possibilidades de problemas que podem ser gerados e que colocam seus resultados em riscos.

Providencie seu Gerador de Energia Diesel e saia na frente das estatísticas de sucesso do agronegócio.

Um grande diferencial na compra e manutenção de Geradores

O que você deve levar em conta para escolher seu fornecedor de Geradores Diesel?

Sabemos o quão complexo é um Grupo Gerador de Energia, e entender tecnicamente é o mínimo que você pode esperar do seu fornecedor. 

A qualidade dos componentes que são utilizados fazem muita diferença na qualidade e vida útil de um gerador.  Muitas das vezes esses componentes são mascarados nas propostas, levando a uma comparação desleal, portanto é muito importante que investigue mais a fundo sobre as peças e componentes que serão utilizados no seu gerador de energia, quando estiver no processo de escolha da empresa.Existem vários sistemas que se conectam e uma simples peça pode colocar em risco o funcionamento da sua empresa em momentos cruciais de produtividade. Fique atento!

A análise técnica de um profissional capacitado, quanto a utilização de energia em sua empresa, para dimensionar de forma precisa a potência do seu gerador é uma etapa muito importante que nem todas as empresas fazem com o devido cuidado e pode comprometer todo o projeto do seu gerador e consequentemente quando for utilizá-lo. 

Gerador MS

Escolha empresas que tem mais tempo disponível para sua empresa, pra te atender com qualidade pois isso pode custar a sua tranquilidade no futuro. Em visita ao cliente a empresa fornecedora do gerador deve analisar o local de instalação para que na entrega do seu gerador seja possível levar o gerador ao local de destino sem que precise derrubar uma parede que estava no caminho, arrancar portas e etc…

A entrega técnica, momento onde seu gerador será configurado e ligado pela primeira vez, o técnico deve treinar o operador responsável da sua empresa para tirar todas as dúvidas e instruir sobre a utilização do seu gerador.

Muito importante que todos esses atendimentos sejam feitos pela empresa que vai te fornecer o gerador para que os riscos envolvidos neste investimento sejam minimizados e concentrados na empresa fornecedora do seu grupo gerador de energia.

E quando sua empresa já tem um gerador, o que você precisa fazer para manter a saúde do equipamento?

Em  muitas das vezes, se tratando de momentos de urgência de funcionamento do gerador para não parar a produção,  ignoramos alertas de falha, forçamos o funcionamento dos geradores e com isso os problemas vão se intensificando se o gerador estiver sem acompanhamento deixando-o muito mais suscetíveis  aparadas inesperadas de funcionamento, o que consequentemente causa prejuízos e atrasos não previstos que atrapalham o seu negócio.

Mas essa questão é facilmente controlada, sua empresa precisa mesmo é ser bem atendida por uma empresa que entende de todos os motores de geradores e combinações de alternadores, que lida com inúmeros mercados e grandes empresas para ter segurança na compra e acompanhamento nas manutenções preventivas.

Quando sua empresa não possui um contrato de manutenção periódica ela não consegue prevenir problemas simples que em análise de consultores bem capacitados conseguem identificar e resolver o problema sem comprometer outros componentes do sistema, o que em contrapartida, se não tiver esse acompanhamento, quando ficar sabendo que o gerador parou de funcionar é porque o problema já está mais crítico do que no início da incidência de um pequeno problema, gerando custos maiores na reparação, aumentando o tempo de conserto que vai indisponibilizar o uso do seu gerador, atrasar o seu cronograma de entregas e te deixar de carão com os seus clientes.

Quando sua empresa precisa de atendimento referente ao seu gerador de energia, ela está falando com uma máquina ou com uma pessoa?

Qual o prazo de resolução do problema que a empresa que você está contratando está te passando?

Está vendo qual o ponto em comum de todas estas questões levantadas até agora?

ATENDIMENTO! O Maior diferencial na compra e na manutenção de geradores.


Atendimento MS – Profissionais de atendimento

A MS Geradores zela pelo cliente e pelo seu gerador, está sempre a sua disposição com um atendimento muito mais empático e pronto para atender de forma rápida e eficiente qualquer chamado de manutenção e reforma e tem planos anuais de manutenção que vai levar a confiança e segurança para sua operação.

Se estiver precisando de gerador diesel ou de manutenção e optar pelo melhor atendimento do mercado e custo benefício para o seu investimento, opte pela MS Geradores, sua empresa vai se surpreender com o nosso atendimento!

Produção industrial em 2019 segundo o IBGE

O resultado veio abaixo do esperado pelo mercado, reforçando a leitura de estagnação da economia. 

A mediana das estimativas de 21 instituições financeiras e consultorias ouvidas pelo Valor Data apontava para um avanço de 0,7% da indústria na passagem de março para abril.

A produção industrial brasileira registrou em abril uma alta de 0,3%, na comparação com o mês imediatamente anterior, segundo divulgou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Apesar do crescimento, o avanço foi insuficiente para recuperar a perda de 1,4% de março. Nos 4 primeiros meses de 2019, o setor industrial passou a acumular uma queda de 2,7% frente ao mesmo período de 2018.

Na comparação com abril do ano passado, a produção da indústria caiu 3,9%.

Trata-se do pior resultado para um mês de abril desde 2017, quando a indústria registrou alta de 0,2% ante março e queda de 4,5% ante o mesmo mês do ano anterior.

A perda de ritmo do setor fica mais evidente na análise do resultado acumulado em 12 meses, que passou de -0,1% em março para -1,1% em abril, permanecendo na trajetória descendente iniciada em julho de 2018.

“Com esses resultados, o setor industrial ainda se encontra 17,3% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011”, informou o IBGE.

Segundo o IBGE, 20 das 26 atividades econômicas pesquisadas registraram expansão em abril, na comparação com março. Os principais destaques positivos foram registrados por veículos automotores, reboques e carrocerias (7,1%), máquinas e equipamentos (8,3%), outros produtos químicos (5,2%) e produtos alimentícios (1,5%).

Entre as grandes categorias econômicas, o destaque foi a produção de bens de consumo duráveis (3,4%). Bens de capital e bens de consumo semi e não-duráveis assinalaram crescimentos de 2,9% e 2,6%, respectivamente. Por outro lado, o setor produtor de bens intermediários teve queda de 1,4% e marcou o quarto recuo seguido, acumulando uma redução de 4,2% no período.

De acordo com a última pesquisa Focus do Banco Central, o mercado reduziu a projeção de alta do PIB em 2019 de 1,23% para 1,13%. Foi a 14ª queda consecutiva do indicador. Para a produção industrial, a previsão ainda é de um resultado um pouco melhor do que o PIB geral, de alta de 1,49% no ano.

Atividade industrial no Paraná teve alta de 10,4% de janeiro a maio. Média nacional no mesmo período foi de -0,7%.

O Paraná foi o estado com maior crescimento na produção industrial do Brasil nos cinco primeiros meses de 2019, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com a Pesquisa Industrial Mensal do instituto, divulgada nesta sexta-feira (12), a atividade industrial no estado cresceu 10,4% de janeiro a maio, em relação a 2018.

No mesmo período, a produção industrial total no Brasil registrou queda de 0,7%.

Segundo o IBGE, a retomada na produção de carros, caminhões, máquinas agrícolas reboques e carnes nas indústrias paranaenses impulsionou o resultado no período.

Na variação mensal, de maio em relação a abril, a produção industrial paranaense teve alta de 0,7%, enquanto a média nacional teve queda de 0,2%.

O que a sua industria está fazendo diante do cenário atual para garantir um índice de crescimento?

A energia é um fator que está ligado diretamente a segurança da sua operação, garantindo que não sua empresa não tenha prejuízos por uma parada inesperada no fornecimento de energia e o que compromete a imagem com os clientes, afeta o clima organizacional além do prejuízo financeiro.

A MS Geradores gera energia de confiança e já tem muita experiência com o setor industrial.

Nosso atendimento é o melhor, sempre de prontidão para melhor atender o cliente, aqui você é atendido rapidamente e direto com nossos consultores, sem passar por secretárias eletrônicas e robôs de atendimento.

Entre em contato com um consultor e reduza drasticamente os riscos financeiros da sua industria.

Fontes:

https://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2019/07/12/parana-e-o-estado-com-maior-crescimento-na-atividade-industrial-em-2019-diz-ibge.ghtml
https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/06/04/producao-industrial-cresce-03percent-em-abril-diz-ibge.ghtml

Acesse os últimos indicadores e estatísticas da indústria no link abaixo:

https://bucket-gw-cni-static-cms-si.s3.amazonaws.com/media/filer_public/35/2f/352f286e-025c-4344-90f3-486671b3e062/industria_numeros_julho2019.pdf


Desafios da Mineração em 2019

As tragédias de Mariana e Brumadinho ligaram o sinal de alerta e trouxeram ao foco, novamente, a discussão sobre a mineração no Brasil.

As duas tragédias foram resultado do rompimento de barragens. Nesse sentido, há um grande esforço de entidades, universidades e startups para encontrar soluções e evitar que novos desastres aconteçam. Além disso, a mineração no Brasil enfrenta novos desafios, principalmente no que diz respeito à eficiência energética.

 

Dessa forma, você encontrará neste artigo:

  • O que são e como funcionam as barragens?
  • Atual cenário da mineração no Brasil e em Minas Gerais
  • A ANEEL e seu programa de fiscalização
  • As tendências no segmento: tecnologia e eficiência energética
  • Os geradores de energia e as mineradoras

 

 

 

O que são e como funcionam as barragens?

Boa parte dos produtos que consumimos em nosso dia a dia são feitos de minérios, retirados a partir mineração. A mineração é um processo que retira do meio ambiente os minerais que precisamos e os outros insumos que não servem para produzir esses produtos, chamados rejeitos, são descartados.

Entretanto, para não prejudicar o meio ambiente, esses rejeitos são colocados em barragens, que são construídas para suportar toneladas de conteúdo e são impermeáveis, para não poluir o solo da região. Esses rejeitos acabam formando uma espécie de lama muito grossa.

O grande problema disso, por outro lado, é que as barragens necessitam de manutenção. Sem uma manutenção adequada, elas se rompem e todo o material que estava ali é liberado de maneira agressiva, podendo causar mortes e sérias consequências ambientais.

 

 

 

Atual cenário da mineração no Brasil e em MG

A atividade mineradora é extremamente importante para a economia do Brasil. De acordo com dados do IBRAM, Instituto Brasileiro de Mineração, as atividades movimentaram US$29,9 bilhões em exportações e mais de 400 milhões de toneladas movimentadas no Brasil.

A mineração, no Brasil, está presente em todo o território brasileiro e possui mais de 9 mil minas em regime de concessão, superando 450.000.000 toneladas de minério de ferro, por exemplo. Nesse sentido, Minas Gerais apresenta 11 dos 15 maiores municípios arrecadadores de CFEM.

Apesar da importância e da potência da mineração para Minas Gerais e para o Brasil, existe um grande esforço para potencializar a eficiência energética das mineradoras e para evitar novos desastres.

 

 

A ANEEL e a fiscalização das barragens

Como parte dos esforços para mudar a realidade da mineração no Brasil, a ANEEL, Agência Nacional de Energia Elétrica, iniciou uma espécie de força tarefa para fiscalizar barragens localizadas em 21 estados e também no Distrito Federal. Durante as vistorias, os empreendimentos precisam apresentar uma série de documentos, entre eles:

  • Plano de Segurança de Barragem
  • Plano de Ação Emergencial
  • Protocolos junto aos órgãos de Defesa Civil Municipal

 

O maior desafio da mineração: tecnologia e eficiência energética

Atualmente, existe um outro processo de mineração chamado filtragem. Esse processo substitui as barragens e causa menos impacto ambiental. Através da filtragem o rejeito será depositado seco, empilhado em áreas específicas, e a água volta a ser utilizada em outro processo. Essa é uma alternativa ecológica que acaba, de uma vez por todas, com as barragens.

Além disso, essa alternativa facilita atividades de recuperação ambiental das áreas de mineração, que, em geral, são bastante afetadas com as atividades mineradoras. As novas tecnologias apontam para um futuro em que é possível minerar sem barragens.

Enquanto as barragens não são extintas, as tecnologias contribuem na manutenção das barragens, numa tentativa de prever e até mesmo minimizar outras tragédias. A utilização de softwares de monitoramento das superfícies das barragens, por exemplo, já são avanços capazes de identificar e alertar eventuais riscos ou movimentos irregulares.

Além disso, ouro grande avanço tecnológico que podemos considerar e que está viabilizando a eficiência energética é o monitoramento remoto do gerador. Essa tecnologia é uma espécie de aplicativo que permite acompanhar todo o processo de funcionamento dos geradores. Para isso, basta acessar o aplicativo via internet e você terá acesso a todos os dados e relatórios das operações.

Caso haja algum problema, nesse sentido, também é possível resolver remotamente, aumentando a eficiência energética e garantindo um melhor desempenho das atividades de mineração.

 

Os geradores de energia e as mineradoras

Outro ponto que atesta os avanços da mineração no Brasil é a utilização dos geradores de energia. Esses geradores auxiliam na manutenção da energia do maquinário, garantem o funcionamento alarme, ventilação e de fontes de luz para energia. Eles são fundamentais, também, para garantir os procedimentos de segurança da população do entorno em caso de alguma irregularidade.

Em áreas em que não há abastecimento de energia, esses geradores são imprescindíveis e auxiliam o acesso ao trabalho, por exemplo, além de garantir a segurança da equipe durante as atividades de mineração. Existe, inclusive, uma regulamentação a ser seguida sobre a iluminação adequada nas minas.

Outro ponto importante está na operação da própria mina, uma vez que os equipamentos que atuam diretamente na extração ou em outros processos de uma mina de extração, como, por

exemplo, nas lavagens dos britadores, representam grande parte do consumo de energia.

Dessa forma, a falta da energia, ainda que por poucas horas, pode gerar um prejuízo de milhões. Assim, ter um grupo de geradores garante o pleno funcionamento das atividades e evita, por fim, prejuízos no faturamento da mina.

É preciso seguir olhando o passado e seguir aprendendo com ele. O futuro da mineração é desafiador, entretanto, com os grandes esforços de diferentes instâncias, caminha para uma atividade cada vez mais sustentável e responsável, transpassando a ideia de uma atividade meramente lucrativa.

Conheça mais sobre a gente e, qualquer dúvida, não deixe de entrar em contato com a nossa equipe!

 

Leilão da primeira área de mineração do Serviço Geológico

Edital será publicado na sexta-feira (12/07/2019). Leilão será de uma área de exploração de cobre, chumbo e zinco na cidade de Palmeirópolis, em Tocantins.  

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, anunciou na quinta-feira (11/7) que o governo marcou para o dia 21 de outubro o leilão da primeira de 30 áreas do Serviço Geológico do Brasil, antiga Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM).

A área fica em Palmeirópolis, no Tocantins. O leilão estreia o modelo em que o governo, por meio do CPRM, oferece ao mercado o direito de exploração de áreas das quais possui título minerário e conhecimento geológico.

De acordo com o ministro, a região de Palmeirópolis tem potencial para cobre, chumbo e zinco.

“A CPRM, que detém o direito minerário de um conjunto significativo de cerca de 30 áreas a serem oferecidas para investimentos, dá hoje um importante passo para concretização de um modelo de leilão conduzido conjuntamente com o Programa de Parceria de Investimentos, pelo qual será oferecido um bloco de áreas com potencial para cobre, chumbo e zinco na região de Palmeirópolis”, disse o ministro.

 

Segundo o ministro de Minas e Energia, o edital prevê um bônus de assinatura – valor que será pago à União – de R$ 15 milhões e R$ 255 milhões em investimentos em 10 anos.

 

O presidente da CPRM, Esteves Pedro Colnago, explicou que das 30 áreas que a companhia detém, quatro já estão incluídas no Plano de Parcerias e Investimentos (PPI) e outras 26 devem ser habilitadas para irem a leilão nos próximos quatro ou cinco anos. “São mais de 300 direitos minerários que dividimos em 30 áreas que vão a leilão”, disse.

 

As outras áreas que já estão incluídas no PPI estão em Goiás (exploração de cobre), Pernambuco (fosfato) e Rio Grande do Sul (carvão).

 

 

O Presidente da Frente Parlamentar Mista da Mineração, Ricardo Izar (PP-SP), leu uma nota do grupo criticando a licitação. Segundo o documento, a medida seria inoportuna pelo fato de a ANM estar conduzindo o processo antes de resolver cerca de 200 mil processos em análise.

 

“Não podemos aceitar pressa enquanto milhares de mineradores aguardam retorno de propostas únicas. A Frente Parlamentar Mista da Mineração encaminhou ofício ao presidente Jair Bolsonaro e ao Ministério de Minas e Energia solicitando a suspensão da consulta enquanto trabalharemos por inovações no setor”, diz a nota.

 

Com o anúncio do leilão em Palmeirópolis, o deputado reconheceu que o apelo não teria mais viabilidade. Mesmo assim, ele defendeu na reunião, juntamente ao MME e à ANM, o pleito da frente parlamentar de que novas licitações não sejam encaminhadas antes de uma resposta aos processos em exame na agência.

 

 

 

Sobre o estoque de processos, o diretor da ANM Eduardo Leão colocou como um dos problemas a insuficiência do número de funcionários, hoje na casa de 830, sendo cerca de 350 em vias de se aposentar. “A gente tem sinalizado isso ao governo federal. Último concurso da agência foi em 2010”.
Fonte: Por Jonas Valente – Repórter Agência Brasil  Brasília 11/07/2019

 

 

A MS Geradores vem acompanhando os desafios enfrentados na mineração e preza por contribuir com Grupos Geradores Diesel de alto padrão que atendem aos critérios de avaliação das maiores mineradoras do país onde somos muito bem avaliados! quando for atendido por nossa equipe, sua empresa verá o cuidado e atenção que fazem do nosso atendimento nosso maior diferencial!

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-07/governo-anuncia-leilao-de-areas-no-tocantins-para-mineracao

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2019-07/governo-anuncia-leilao-de-areas-no-tocantins-para-mineracao

     

Geradores Diesel na Construção- Reduzindo Riscos

Os Grupos Geradores Diesel na Construção Civil – Reduzindo Riscos, aumentando a eficiência.

Recuperação lenta, mas retomada. Empresários e construtoras comemoram o crescimento da construção civil em 2019, após a crise econômica que atingiu o Brasil nos últimos anos.

Além disso, a Caixa Econômica Federal também apresentou um aumento significativo na liberação de crédito para o segmento, com cerca de 5% de diferença em relação ao ano anterior.

Para o segundo semestre de 2019, o setor segue bastante otimista, resultado da retomada de várias obras paralisadas, o avanço e qualidade nos equipamentos de construção civil e rotinas profissionais mais eficientes.

Essas tecnologias ajudam a aumentar a produtividade desses empreendimentos e otimizar o investimento. Uma das principais ferramentas do setor, nesse sentido, são os grupos geradores de energia.

 

 

Os geradores de energia na construção civil

Aderir ao uso de geradores de energia na construção civil é, sem dúvidas, uma aposta bastante promissora. Isso porque os geradores garantem o abastecimento de energia sem qualquer interrupção e otimiza o tempo de serviço na obra.

Outro fator vantajoso no que diz respeito ao uso de geradores de energia na construção civil é a própria segurança no canteiro de obras. Muitas empresas acabam optando por fazer “gambiarras” e o risco de causar um acidente com esses improvisos é enorme. Com os geradores, por outro lado, esses riscos são totalmente reduzidos.

Conheça os grupos geradores da MS Geradores, clique aqui.

 

Quais são as vantagens dos geradores de energia?

Um gerador de energia na construção civil oferece muitas vantagens. Entre elas:

  • Energia em casos de apagão: evitando, assim, interromper as atividades;
  • Operação em áreas isoladas: os geradores oferecem cargas constantes para regiões que não dispões de energia;
  • Mais segurança: um apagão, por exemplo, poderia te impedir de sair da empresa – já que o portão elétrico não funcionaria –, utilizar o elevador ou de se comunicar com alguém.
  • Economia: no horário de pico, entre 18h e 21h o preço da energia tende a aumentar. Nesse sentido, ter um gerador de energia te ajudará a economizar com energia.

 

 

 

Grupo gerador a diesel – um dos mais potentes

Se a obra está localizada onde a concessionária não atende ou que os casos de queda de energia são comuns na rede, o andamento da sua obra pode ser prejudicado. Entretanto, com um grupo gerador a diesel, esse problema pode ser solucionado e sua obra pode ser construída com total eficiência.

Os geradores a diesel são muito conhecidos por sua alta potência e garantem que a energia nessas localizações seja abastecida de maneira contínua. Além disso, o diesel é um combustível fácil de ser encontrado e mais barato em relação à gasolina, por exemplo. O espaço de tempo na manutenção dessas máquinas também é maior e há mais disponibilidade de equipamentos, técnicos e fornecedores.

Com todas essas informações, você já deve ter percebido que um grupo gerador de energia na construção civil é fundamental, não é mesmo? Clique aqui e conheça nossos produtos!

Caso você esteja com dificuldades ou tenha dúvidas, entre em contato com a nossa equipe. Temos um time de especialistas prontos para ajudá-lo!